prevenção e combate a incêndio

O que é prevenção e combate a incêndio?

Embora a prevenção e combate a incêndio seja de extrema importância, percebe-se que só é debatido em larga escala quando, infelizmente, é noticiado algum desastre, como foi o caso do incêndio do Museu Nacional do Rio de Janeiro, em setembro de 2018. 

Então, você conhece o conceito desse sistema? 

A prevenção e combate a incêndio é compreendida como a soma de medidas para se detectar e controlar o rastro do incêndio, para que haja o combate, ou seja, o fogo seja contido ou extinto.

Os meios mais comuns de combate a incêndio são os mangotinhos (mangueira), hidrantes, sprinklers (chuveiros automáticos instalados no teto da edificação), extintores e brigadas de incêndio. O extintor, como já bem popularizado, é muito útil para ser utilizado na hora do local onde o fogo se inicia, para que evite seu alastramento.

 

Curiosidade: Você sabia que no Brasil a classificação de incêndio é definida por classes? Essas classes definem a natureza de incidentes diferentes, sendo eles: classe A (ocorre em materiais sólidos, deixando resíduos); classe B (ocorre em combustíveis sólidos, gases e líquidos inflamáveis; classe C (ocorre nos equipamentos de instalações elétricas ligadas à energia; e classe D (ocorre em metais pirofóricos).

 

Certo que, quando o assunto é incêndio, a prevenção é o primeiro pensamento que se vem em mente. No entanto, procurar meios para combatê-lo, diferente do que prega o senso comum, também faz parte da prevenção. Para melhor compreensão, vamos entender a fase de prevenção e a fase de combate a incêndio.

 

Prevenção e combate a incêndio: onde se inicia

A prevenção começa desde o projeto predial, onde se é analisado e calculado os detalhamentos e especificações da edificação. Hoje se tem inúmeros softwares (programas), que ajudam o engenheiro projetista a realizar o projeto da forma mais eficiente.

Nesse projeto também será detalhado o melhor sistema fixo de combate a incêndio, o posicionamento estratégico de extintores e mangotinhos, e, se for o caso, a necessidade de brigada de incêndio – que deve seguir as especificações contidas nas normas técnicas do Corpo de Bombeiros.

Embora pareça ser algo simples de se elaborar, não é. O projeto precisa ser realizado por engenheiro capacitado. Incluir no seu projeto a prevenção e combate a incêndio deixou de ser uma mera opção, para se tornar obrigatório, regido por lei.

Isso ocorreu com a promulgação da Lei Federal n.º 13.425/17, que estabeleceu diretrizes para regular “a prevenção e combate a incêndio e a desastres em estabelecimentos, edificações e áreas de reunião de público”. Então, a depender do porte do seu estabelecimento, o projeto de prevenção e combate a incêndio se torna uma obrigação passível de sanções em caso de descumprimento e inobservância.

Ou seja, quando o assunto é prevenir e gerenciar meios para evitar que um incêndio se alastre, para que não ocorram grandes prejuízos ou, até mesmo, danos a integridade física de pessoas, tratar com seriedade esse assunto desde sua concepção ao projeto é primordial.

Leia também: O que faz um engenheiro de instalações e como ele pode beneficiar a sua empresa?

 

Prevenção e combate a incêndio: o que vem depois do projeto?

Depois de tudo projetado e calculado, vem a etapa da execução da obra. O profissional adequado para acompanhar todo o processo de execução da construção é o engenheiro de instalações ou mecânico.

Ele é o profissional que acompanha o dia-a-dia da obra, e que garante a execução fiel do projeto, seja na área civil, hidráulica, elétrica e outras matérias. E, caso ocorra alguma divergência entre o que foi projetado, e a realidade da obra, ele será aquele que buscará o melhor caminho a ser tomado para a boa execução da instalação.

O engenheiro de instalações também desenvolve o projeto, estabelecendo procedimentos relacionados à instalação e montagem dos sistemas. No caso, ele é o principal responsável na execução do projeto de prevenção e combate a incêndio

 

Conclusão

Percebe-se que a contratação de uma empresa capaz de projetar, acompanhar e executar um bom projeto de prevenção e combate a incêndio é primordial para a segurança do seu edifício, e o caminho mais fácil para seguir as normas técnicas do Corpo de Bombeiros, e prevenir problemas com o fogo. 

É importante que a empresa contratada também execute a manutenção dos sistemas implantados, para que não haja divergências e qualquer tipo de prejuízo.

Gostou de saber mais sobre a importância de um bom projeto de prevenção e combate a incêndio e quer saber mais? Entre em contato conosco através do chat de atendimento, será um prazer lhe atender.

Outras Publicações