Quais são os equipamentos de combate a incêndio?

Os equipamentos de combate a incêndio compõem um sistema fixo para prevenir e combater um possível foco de incêndio, e são extremamente importantes quando o assunto é manter seguro e protegido. Pois, embora qualquer edificação possa estar sujeita a acidentes de pequeno, médio ou grande porte, saber que existem meios de se proteger durante, ou após o ocorrido, é fundamental para manter a organização no combate e na evacuação do prédio.

Esses equipamentos, dos mais comumente utilizados, aos mais sofisticados, ajudam a salvar vidas e, até mesmo, evitar grandes prejuízos. As mangueiras de incêndios, as bombas centrífugas, abrigos, controles de pressão, extintores de incêndios, são extremamente úteis. 

 

Você sabia? Existem dados que estimam que em casos de incêndio fatais, o número de mortes por asfixia, supera o número de óbitos por queimaduras.

O que vai ditar o tipo de equipamento e sistema fixo de proteção e combate a incêndio, é o projeto de combate a incêndio da edificação, concebido por engenheiros competentes e especializados no assunto, presentes na Northec Engenharia.

Agora, vamos conhecer alguns dos equipamentos que compõem um bom sistema fixo de combate a incêndio.

 

Abrigos

Os abrigos são regulados por normas estaduais e são obrigatórios. Eles servem para “abrigar” outros equipamentos de combate a incêndio, tais como extintores, mangueira de incêndio e hidrantes. Eles precisam ser fabricados no material e dimensões exatas dos equipamentos que vão abrigar e, geralmente, quem define isso é o responsável pelo projeto da edificação. 

Todos os locais públicos e/ou com grande aglomeração de pessoas, como escolas, restaurantes, faculdades etc., tem que por obrigatoriedade, conter abrigos específicos para equipamentos de combate a incêndio.

Em mercados, por exemplo, há três tipos de abrigos bem conhecidos, vamos apresentar um pouco de cada um deles?

  • Abrigo para mangueira de incêndio: qualquer ambiente fechado onde há circulação de pessoas, necessita de um abrigo para mangueira de incêndio. Esse tipo de abrigo precisa estar obstruído e seco, além de sempre estar próximo à válvula, a uma distância de aproximadamente cinco metros.
    O abrigo pode ser fabricado em aço inox, fibra de vidro ou chapa de aço, e, a depender, também pode conter porta de vidro temperado. É importante que ele seja fabricado de forma que comporte as mangueiras no diâmetro e quantidade demandados, conforme o projeto.

  • Abrigo para hidrantes: eles possuem um sistema hidráulico, com reservatório de água subterrâneo ou suspenso, e necessita de esguicho e mangueira. Os abrigos para hidrantes são obrigatórios mesmo quando há outras medidas de prevenção contra incêndios, principalmente em prédios industriais, comerciais e multifamiliares.
    E, assim como toda instalação de equipamento de prevenção e combate a incêndio, o local para a instalação do abrigo deve ser muito bem projetado por um engenheiro, já que ele não pode ficar em garagens, rampas ou escadas, e entradas e saídas.

  • Abrigo de extintores: a principal finalidade desse tipo de abrigo é proteger e conservar a qualidade do extintor de incêndio durante seu prazo de validade. Assim como já citado nos abrigos para mangueiras, ele dependendo da localidade é fabricado em material específico ou com área de alocação demarcada, de acordo com o projeto realizado por engenheiro capacitado.
    Abrigos de extintores precisam ser instalados em locais de fácil acesso, pois seguindo um raciocínio simples, eles são os primeiros equipamentos utilizados pelas pessoas antes da chegada do corpo de bombeiros.

 

Bombas centrífugas

 

As bombas centrífugas são utilizadas em sistema de combate a incêndio mais específico. Elas são responsáveis pelo bombeamento eficiente da água, e funcionam juntamente com um motor de alta performance. Esses motores auxiliam no bombear da água, e podem possuir mecanismos de alívio de pressão. 

O material de fabricação das bombas centrífugas também devem ser específicos, sendo eles, principalmente, feitos com aço inox, bronze, aço carbono ou ferro fundido, pois são materiais que possuem maior resistência ao calor.

A manutenção das bombas centrífugas é simples e possuem alta durabilidade, quando corretamente mantidas.

Entenda também: O que é um Laudo Técnico?

Controles de pressão

Os controles de pressão devem seguir normas da ABNT, pois são eles os responsáveis por avaliar periodicamente o funcionamento de toda a estrutura predial, para alertar as baixas na linha de pressão. 

Quando a pressão cai, os controles de pressão são acionados e assumem a operação, equalizando as pressões de trabalho de forma a disponibilizar uso imediato do sistema. Isso pode ocorrer tanto de forma manual, quanto automática. Mas é obrigatório que a comunicação de falhas seja realizada de forma automática, por segurança.

Seja na escolha do sistema ou dos equipamentos de prevenção e combate a incêndio, é fundamental a escolha de uma empresa renomada para realizar o seu projeto, desde a sua concepção, à execução e seguido pela manutenção. 

Entre em contato conosco através do chat de atendimento, estamos sempre prontos a lhe atender.

Outras Publicações